publicidade
Portal Sucesso
Portal Sucesso no Facebook Portal Sucesso no Instagram Portal Sucesso no Youtube Portal Sucesso no Twitter




Notícias

26 de janeiro de 2015 por Gilmar Laurindo

A flexibilidade de Rodrigo Andrade

Rodrigo Andrade

De tempos em tempos, galãs da televisão revelam-se bons cantores. Não importa se antes da TV eles já cantavam. O fato é que a vitrine de uma mídia tão poderosa quanto a TV inegavelmente turbina as carreiras paralelas dos atores. Fabio Jr., Maurício Mattar e mais recentemente Daniel Boaventura e Alexandre Nero são exemplos de artistas ecléticos que atuam bem nas duas posições. Nenhum deles até hoje tinha o trabalho musical vinculado ao sertanejo. Mas o gênero já tem seu representante, Rodrigo Andrade, que entre outros papéis destacou-se como o fisioterapeuta Daniel da novela “Amor à vida”, apaixonado pela gordinha Perséfone (Fabiana Karla).

Rodrigo não embarcou na onda sertaneja pra se dar bem, por conta da popularidade do gênero. Paulista de Altinópolis e criado em Franca, ele cresceu ouvindo músicas de temática rural. “Meu pai foi palhaço de circo, meu avô tinha uma dupla. Na minha casa, o sertanejo era a trilha diária”, diz Rodrigo que, aos 13 anos, influenciado por Zezé Di Camargo & Luciano, João Paulo & Daniel e Matogrosso & Mathias, formou dupla com o primo Fernando e se arriscou a cantar nas festas da região. Aos 16, o primo desistiu da carreira e Rodrigo passou a se apresentar sozinho. “Cantava músicas minhas e covers de hits sertanejos e de axé”, lembra ele, que logo foi convidado para ser vocalista de uma banda de baile. “Adorava a rotina de apresentações. Viajávamos pelo interior, ficava horas no palco cantando gêneros variados, mas eu queria mais”. Aos 18 anos, foi tentar a sorte em São Paulo, trabalhando como modelo. Nas horas vagas, ganhava uns trocados cantando em barzinhos.

Em 2006, então com 22 anos, Rodrigo se mudou para o Rio, onde começou a investir na carreira de ator. “Fiz cursos, foquei mais nesta área, porém nunca abandonei o sonho de gravar um primeiro disco de forma profissional”, diz ele, que chegou a cantar na noite carioca – “uma vez, dividi o palco da boate 021 com o Gusttavo Lima, então um cantor iniciante”, revela. Em 2009, após alguns papéis na Globo, o artista juntou dinheiro para investir na carreira de cantor. Gravou o primeiro CD, montou sua primeira banda (alguns dos músicos continuam com ele até hoje) e viu o sonho de criança ganhar forma. “Algumas faixas do CD (intitulado “7″) tocaram muito bem, mesmo sem investimento em divulgação. A faixa ‘Amor Impossível’ ficou no topo do ranking de várias emissoras, mas poucos ouvintes ligam o nome do intérprete à pessoa”, lamenta. Na época do primeiro CD, por conta de sua participação na novela “Gabriela”, em exibição em Portugal, o disco chegou àquele país, rendendo o convite para uma turnê de oito shows por cidades lusitanas. “O álbum não foi lançado de maneira física, mas teve mais de 30 mil downloads na internet”, lembra.

SEGUNDO ÁLBUM

Em 2013, o artista lançou seu segundo CD, “30 Anos”, que está sendo melhor trabalhado nas rádios. Depois da faixa-título e da romântica “Senta Aqui”, ele promove atualmente a dançante “Elemento Surpresa”. Para não interromper o trabalho de promoção e os shows, Rodrigo recusou voltar à TV em 2014. “O problema do ator que canta é que as carreiras nem sempre são conciliáveis. Como minha carreira de cantor está bem fortalecida, preferi adiar a volta às novelas para o segundo semestre de 2015″, diz ele, que faz oito shows por mês com sua banda – no dia 29/11 apresentou-se num evento em Vila Velha (ES) ao lado de Bruno & Marrone. Nos shows, além de repertório próprio, Rodrigo apresenta sucessos de Luan Santana, Cristiano Araújo, Jorge & Mateus e Chitãozinho & Xororó. Eventualmente, aproveita o fechamento de um show para capitalizar com sua imagem em termos publicitários. “Já aconteceu também da rádio de determinada cidade negociar a promoção do meu CD com uma loja local em troca da minha presença para uma tarde de autógrafos”, explica.

No início do ano, Rodrigo começa a promover uma nova faixa do disco ”30 Anos” – “Faz O Que Você Quiser”, com direito a videoclipe. E pretende lançar o disco de forma física, incluindo duas faixas-bônus, com a participação dos amigos João Bosco & Vinícius e Henrique & Juliano.

Em setembro último, ele abriu escritório próprio no Rio de Janeiro para administrar sua carreira. “Percebi que estando à frente do escritório, as coisas fluem mais rapidamente”, afirma Rodrigo, que montou uma pequena equipe para auxiliá-lo nas vendas, divulgação e ações de marketing. Além dele, o escritório tem no cast a dupla Zé Barreiro & Catuaba, que faz a linha sertanejo-cômico.

Comments

Comentários



publicidade