publicidade
Portal Sucesso
Portal Sucesso no Facebook Portal Sucesso no Instagram Portal Sucesso no Youtube Portal Sucesso no Twitter




Notícias

21 de janeiro de 2015 por Gustavo Godinho

Novas arenas na mira dos artistas internacionais

Paul-McCartney-(Allianz-Parque)-01---Marcelo-Brandt

O Brasil foi o país sede da Copa do Mundo de 2014. E, apesar do vexame dentro de campo, fomos premiados com modernos estádios que, além de continuar recebendo jogos de futebol, foram equipados para acolher grandes shows e festivais. Graças a tal fato, as principais estrelas da música incluíram cidades como Brasília e Recife em suas agendas – além de manterem as datas no já tradicional eixo Rio-São Paulo.

Apesar de ter ficado pronto somente após o término da Copa, o estádio do Palmeiras, Allianz Parque (antigo Palestra Itália), é hoje um dos mais bem estruturados para receber grandes eventos de música. Embora não seja tão grande quanto o Morumbi, o local se tornou o preferido dos artistas. Sua estrutura é digna de arenas internacionais – 44 mil assentos cobertos, 160 camarotes, estacionamento para dois mil veículos e uma arquitetura que permite que caminhões entrem no gramado para facilitar a construção de palco de shows.

A modernização do Palestra Itália foi feita pela WTorre, construtora que detém o direito de explorar o espaço por 30 anos. Mas o clube receberá percentuais crescentes da receita líquida gerada pelo empreendimento, além de ter 100% da bilheteria em dias de jogos. Segundo o diretor de novos negócios da WTorre, Rogério Dezembro, o contrato do convênio foi dividido em três partes diferentes. “Além da renda integral dos jogos, o Palmeiras lucrará com os shows. Começou com 20% do lucro líquido, percentual que aumentará em 5% a cada cinco anos. Ao final da parceria, o clube estará recebendo 45%. Em outros eventos, como reuniões corporativas, o clube tem direito a apenas 5% da renda líquida, com direito a aumentos periódicos a combinar”, detalha.

Ao todo, a WTorre investiu R$ 700 milhões na reforma do Palestra Itália. E, para recuperar o investimento, a empresa contratou uma equipe de vendas para oferecer os espaços da Allianz Parque para eventos corporativos, casamentos, batizados e formaturas. “Temos uma parte da arquibancada coberta que se transforma num auditório para quase 3 mil pessoas. Além disso, nossa equipe já começou a negociação para que os anfiteatros e salões sejam conhecidos pelas principais empresas de festas de formatura de São Paulo”, comenta Dezembro. A estimativa da WTorre é recuperar os R$ 700 milhões somente em 2034.

Além dos dois shows de Paul McCartney acontecidos na arena (25 e 26 de novembro) para um público total pagante de quase 100 mil pessoas, os produtores do Allianz Parque estão negociando com as empresas responsáveis pelas agendas de Adele, Rolling Stones e Pharrel Williams para levá-los ao espaço neste ano. “Queremos realizar cinco grandes shows até o fim do ano. Recentemente fechamos com Roberto Carlos, que se apresentará no dia 18 de abril. Os outros quatro shows devem ser internacionais”, detalha Dezembro.

Arena-Fonte-Nova-(Ivete-Sangalo)-01

GIGANTE PERNAMBUCANO

Construída especialmente para abrigar os jogos da Copa do Mundo, a Itaipava Arena Pernambuco será responsável por colocar Recife no calendário de mega-apresentações. Ali foram investidos quase R$ 600 milhões. O estádio é capaz de abrigar aproximadamente 50 mil pessoas e conta com modernos telões de led e uma estrutura coberta para abrigar os telespectadores.

Claudia Leitte foi a primeira artista a registrar sua apresentação na Arena Pernambuco. Na ocasião, a cantora participou da edição do Maior Show do Mundo (festival itinerante que reúne grandes nomes nacionais) e sua apresentação deu origem ao DVD “Axemusic”. Neste trabalho, a cantora contou com a participação de Luiz Caldas, Wesley Safadão, Wanessa, Naldo Benny e Armandinho. “Sem dúvida é um dos espaços fechados mais modernos em que me apresentei. O profissionalismo da equipe e a atmosfera influenciaram no resultado final do DVD”, comenta. Para a festa na Arena Pernambuco, a cantora utilizou um palco de 660m² com cenário com 256m², todo de led.

Segundo a gerente de mídias e eventos da Itaipava Arena, Naira Klaus, a ideia é formar parcerias com a PlanMusic e a T4F para que as tours de grandes nomes internacionais também aportem no estádio. “Pensamos também em produzir alguns shows para aumentar a rentabilidade do espaço. Além disso, estamos promovendo a arena junto a empresas de formaturas, de eventos corporativos e festas em geral”, comenta Naira. Em janeiro, a Arena recebe um evento da Comunidade Obra de Maria. Entre as atrações, estão o arcebispo do Recife e de Olinda, Dom Fernando Saburido, e os padres Reginaldo Manzotti e Fábio de Melo, que farão shows para um público estimado em 30 mil pessoas.

Da mesma forma, a Arena Fonte Nova, em Salvador, vem abrigando eventos diversos desde que Ivete Sangalo gravou seu DVD no final de 2013, com superprodução de megashows internacionais e na presença de 40 mil pessoas.

Henrique-e-Juliano-05

CARO E MODERNO

Já o Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, é mais um dos gigantes construídos especialmente para a Copa do Mundo. E por conta de sua modernidade, também pode abrigar grandes atrações musicais. Com 618 mil m2, a área permite acesso a todos os níveis de arquibancada de forma independente e rápida. A circulação interna é feita por meio de 50 rampas, quatro escadas rolantes, 60 escadas normais e 20 elevadores. Os assentos, retráteis e marcados, são cobertos e ficam a uma distância inicial de apenas 7,5 metros do gramado.

Com a tecnologia de alta definição, o cuidado com a iluminação se tornou essencial para evitar sombreamento e garantir uma luz homogênea no campo, ajudando bastante em grandes shows e festivais. Para tanto, o Mané Garrincha conta com 465 refletores (de dois mil watts cada), que iluminam o gramado. E foi utilizando toda esta mega estrutura que Paul McCartney também passou por Brasília. O show, realizado dia 21 de novembro, foi visto por 65 mil pessoas.

Quem também utilizou o Mané Garrincha foi a dupla Henrique & Juliano. Eles gravaram em abril passado o DVD “Ao Vivo Em Brasília” – projeto até então mais ambicioso da carreira dos sertanejos. Esse foi o primeiro espetáculo musical gravado na arena e os sertanejos se apresentaram no anel externo do estádio, garantindo uma experiência visual ao público bem diferente do que ele está acostumado. A equipe responsável pelo cenário conseguiu usar as pilastras que circundam o estádio como parte do cenário, graças ao belo jogo de luzes lançado sobre elas.

Mas nem tudo são flores na história do Mané Garrincha. A arena foi a mais cara construída no país para o Mundial: R$ 1,4 bilhão. Dinheiro do governo federal e BNDES.

Comments

Comentários



publicidade